Notícia

Oradores em destaque

2008-10-30 16:41:00

Descubra o percurso de 15 dos 120 oradores que partilharão as suas experiências consigo. Não perca.

Martin Varsavsky

Quem melhor do que Martin Varsavsky para falar de empreendedorismo? Nos últimos 20 anos, este empresário de origem argentina fundou sete empresas, a primeira das quais em 1984, quando ainda estava na faculdade. Talvez o mais conhecido dos seus projectos, pelo menos em Portugal, seja a Jazztel, a primeira operadora alternativa a ser criada para o mercado ibérico e que acabou por ser vendida em Portugal ao grupo SGC, de João Pereira Coutinho. A mais recente das suas criações, a Fon, oferece acesso wi-fi gratuito a mais de 550 mil utilizadores em todo o mundo. Para além das suas actividades empresariais, Martin é professor e membro da Fundação Clinton. Em 1995 foi finalista do prémio Empresário do Ano, Empresário Europeu de Telecomunicações (1998), Empresário Europeu do Ano pela ECTA (1999) e Global Leader for Tomorrow pelo Fórum Económico Mundial de Davos, em 2000.

Ver sessão do orador

 

Paul Miller

Imaginem um serviço do género eBay que em vez de vender produtos oferece pessoas, ou mais concretamente, pessoas com algo para ensinar. Esse é o objectivo do School of Everything, uma organização que tem por objectivo democratizar o ensino e o conhecimento, servindo-se, para tal, das novas tecnologias e, em particular, da Internet. Paul Miller é um dos mentores deste projecto, que alia as preocupações com o fomento e o desenvolvimento de uma verdadeira coesão social com propósitos comerciais. É que o School of Everything não é meramente uma iniciativa que quer mudar o mundo. É ela também um caso de estudo de aproveitamento da Web para criação de um modelo de negócio diferente e inovador.

Ver sessão deste orador

 

Luis Neves

Com mais de 25 anos de experiência na área das telecomunicações, Luis Neves é actualmente o principal responsável pela área de desenvolvimento sustentável e ambiente da Deutsche Telekom. Como tal, é uma das principais vozes no debate em torno da interacção entre as actividades económicas e as emissões de gases poluentes. Particularmente no que se trata da indústria das tecnologias de informação e comunicação, uma das que melhor pode promover a transformação da das actuais sociedades e da actual economia, propiciando a redução dos gastos energéticos.

Ver sessão deste orador 

 

Joaquim Croca

Joaquim Croca, gestor do departamento de responsabilidade social da Vodafone Portugal, tem vindo a desenvolver a sua actividade profissional em torno desta área, nomeadamente do marketing responsável, recursos humanos e ambiente. Nesta última, trabalha em estreita ligação com temas como radiações electromagnéticas, resíduos, agentes químicos, reciclagem, recursos energéticos e enquadramento paisagístico. Joaquim Croca entende como ninguém o impacto sócio-económico da tecnologia. Mas sabe igualmente que é preciso identificar e entender as necessidades sociais das populações locais.

Ver sessão deste orador

 

Bill St. Arnaud

Bill St. Arnaud está a frente de um grupo que está a desenvolver a primeira rede óptica no mundo que pode ser controlada pelos utilizadores, a CA*net.4. Responsável de pesquisa pelo Canarie Inc., uma organização canadiana dedicada ao desenvolvimento de Internet avançada. Está igualmente envolvido na defesa do uso das tecnologias verdes, como é exemplo uma iniciativa canadense que está a criar um centro de dados de emissão zero de CO2 que envolve processos de virtualização computacional e redes de fibra de nova geração.

Ver sessão deste orador 

 

Alexander Ellis

O embaixador do Reino Unido em Portugal, Alexander Ellis, é um conhecido orador em questões europeias. Recente adepto dos blogues, o representante britânico tem vindo a analisar o papel dos países na construção do espaço comunitário, o que de melhor e pior de faz, e quais os possíveis caminhos para o futuro dos Estados, das empresas e dos cidadãos. Ultimamente tem alertado para as consequências do actual panorama económico nas metas estabelecidas pela União Europeia para reduzir as emissões de CO2. No início deste ano fez um périplo por Portugal para conhecer alguns dos principais casos de sucesso do tecido empresarial português.

Ver sessão deste orador

 

Bruce Standford

Bruce Standford poderá ser director da BT Wholesale, mas dentro da operadora britânica de telecomunicações é mais conhecido como o ‘campeão do ambiente’. É que para além do seu trabalho do dia-a-dia, está fortemente envolvido na estratégia ‘verde’ da British Telecom. A empresa reviu as suas responsabilidades sociais em 2006 e decidiu incluir a questão das mudanças climáticas na sua agenda. O que não é de espantar, uma vez que a operadora consome 0,7% de toda a energia eléctrica do Reino Unido. Actualmente Bruce Standford tem como missão convencer os accionistas dos benefícios em reduzir em 80% a pegada de carbono da empresa em todo o mundo.

Ver sessão deste orador

 

Ali Clabburn

Ali Clabburn é o exemplo vivo de como as pessoas podem mudar o mundo. No seu último ano como estudante universitário, desenvolveu um esquema inovador de partilha de automóveis que está a contribuir activamente para a redução do tráfego rodoviário e da poluição no Reino Unido. Tendo entrado em contacto com o chamado ‘car-sharing’ na Alemanha, cedo percebeu os benefícios da implementação de uma rede de partilha de carros e boleias no seu país natal. Fundou então o liftshare.com em 1997, sem qualquer ajuda ou apoio governamental. Hoje em dia, o liftshare.com conta com uma vasta rede de colaboradores: mais de 100 mil membros individuais e 180 autoridades locais. As 600 redes de partilha de automóveis já implementadas permitem poupar cerca de 40 milhões de quilómetros em deslocações.

Ver sessão deste orador 

 

Volker Buscher

Com uma vasta experiência em projectos multi-áreas, Volker Buscher teve uma ideia que há bem pouco tempo poderia parecer fora do comum para muitos gestores do sector das tecnologias de informação: analisar o papel que cabe às TI na sustentabilidade e na gestão racional dos recursos. Estudos indicam que esta indústria contribui com os mesmos níveis de emissão de CO2 que os da aviação. Com tendências para continuar a crescer. Mas é possível inverter este caminho, nomeadamente da promoção de tecnologias de consolidação e virtualização. Sempre tendo em conta as implicações destas práticas na sustentabilidade do próprio negócio. Volker Buscher acredita que é possível unir as duas faces desta mesma moeda.

Ver sessão deste orador (workshop parte I e parte II) 

 

Kamal Hassan

Em 2006, Kamal Hassan integrou a Skymeter com uma ideia muito simples mas que poderia valer milhões: uma tecnologia cujas receitas proviriam da cobrança de taxas e que contribuiria para a redução dos níveis de congestionamento do tráfego e para a melhoria da gestão do espaço público destinado ao estacionamento de veículos. Trata-se, no fundo, de pagamento por utilização, mas não requer as infra-estruturas e os equipamentos que Londres instalou para controlar o afluxo de veículos motorizados ao centro da cidade. O transporte rodoviário é um principais geradores de gases com efeito estufa e o maior consumidor de petróleo do mundo. o seu testemunho é fundamental para perceber o papel das TIC na optimização das redes de transporte.

Ver sessão deste orador 

 

Benoît Felten

Benoît Felten é analista senior do Yankee Group especialista em soluções móveis empresariais. Tem vindo a auxiliar operadoras, fabricantes e utilizadores um pouco por todo o mundo a entender a evolução da tecnologia e dos modos de vida. Depois de ter estado em Portugal na Conferência APDC “Portugal em Fibra Óptica”, vem ao Congresso mostrar o trabalho que actualmente tem vindo a desenvolver na área da convergência fixo/móvel e na forma como esta constitui um passo em frente nas comunicações de pequenas e grandes organizações.

Ver sessão deste orador 

 

Chris Hope

Chris Hope representou o governo inglês no Painel Intergovernamental das Nações Unidas para as Alterações Climáticas. Nos últimos 15 anos dedicou a sua pesquisa e a sua actividade como docente à recolha de informação relevante sobre as alterações climáticas, recorrendo às mais diversas fontes, desde as económicas até as sociais. Tudo com o objectivo de criar modelos que auxiliem os gestores e políticos na tomada de decisão. É um dos principais especialistas no estudo dos efeitos do aquecimento global nas sociedades e, em particular, na economia mundial. O trabalho que tem vindo a desenvolver no âmbito do PAGE (Policy Analysis of Greenhouse Effects) tem já efeitos práticos na vida de empresas e pessoas.

Ver sessão deste orador 

 

Paulo Toste

Como responsável de regulação da Iberdrola, Paulo Toste está especialmente vocacionado para falar sobre este tema no Congresso das Comunicações, numa sessão que irá analisar o âmbito de influência da actividade regulatória no investimento em redes e serviços de nova geração. Tanto mais que tem uma vasta experiência no sector energético, graças a sua colaboração com a ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos).

Ver sessão deste orador 

 

Livio Gallo

Livio Gallo esteve desde sempre ligado ao sector energético em Itália. Actualmente director da divisão de infra-estrutura e redes da ENEL, a maior empresa de energia daquele país e a segunda maior da Europa em capacidade instalada. A sua actividade profissional está profundamente ligada com a pesquisa da rede eléctrica do futuro e do papel que esta desempenhará na vida das pessoas. Livio Gallo tem vindo a trabalhar no desenvolvimento de plataformas tecnológicas que promovam a sua visão das redes inteligentes.

Ver sessão deste orador 

 

Martin Vesper

Martin Vesper é o principal responsável por uma experiência inovadora que pretende revolucionar o consumo de energia eléctrica na Alemanha. Os mais de 40 milhões de velhos contadores de electricidade que existem naquele país serão em breve substituídos por uma tecnologia on-line que apenas precisa de um computador pessoal para promover níveis de poupança de energia nunca antes alcançados. O projecto irá pôr nas mãos dos consumidores a responsabilidade pela gestão do consumo energético, o que permitirá melhor controlar e gerir não só o consumo como também a eficiência energética dos próprios equipamentos. É com base nesta experiência que Martin Vesper irá participar no Congresso, dando a conhecer este verdadeiro caso de sucesso.

Ver sessão deste orador